h1

Podia estar roubando, matando… – Vendedores Ambulantes

19/11/2008

 

Música que eu andei escutando : After an Afternoon  -  Jason Mraz

 

“Boa tarde passageiros, vim lhes trazer o passatempo da sua viagem, a alegria do seu filhinho, dos seus parentes… Lembrem-se eu podia estar roubando, matando, estuprando, mas estou trabalhando, honestamente, porque sou brasileiro e não desisto nunca!!!”
                                                                                               (vendedor ônibus sobre o post)

Pergunto pra ti, caro leitor, quem nunca se deparou com os vendedores ambulantes? E ao falar desta classe me refiro aos vendedores de bala, que nos abordam nos ônibus e tiram nosso sono, e aos camelôs, que facilitam nossas vidas nos poupando de ir ao cinema, comprar cd’s e até jogos de video game.

HAHAHAHA Quem nunca comprou nada falso nas barraquinhas dos nossos amigos camellots? Duvído que não!!! – e se não, não me venha dar canelada nos comentários! OK??? - Acho que tudo começou com o meu super nintendo… Awww, bons tempos… quando eu ganhei dois jogos falsos e ví que eram a mesma coisa que os originais!!! Eu me lembro, era o jogo do Aladin e o do Mogli, ambos eram legais, mas gostava mais do jogo do Aladin, o que não importa muito… Logo fui crescendo, comprando Digimons® no camellot, e então ganhei o meu primeiro videogame de CD, o playstation 1, comprava vários jogos, porque eram muito baratos… e foi assim por diante…
Voltando, de verdade ao assunto, os camelôs nos facilitam a vida, vendendo desde escovas de dente a balas (irônico não?), passando por invisible-bra’s, CD’s, camisas de futebol, tenis, relógios, radinhos de pilha, e muiitas outras quinquilharias que são sempre muiito úteis, e que por isso os fizeram ter um lugar muiito importante no nosso país. Na minha opinião deveriamos classificar vendedores ambulantes como pequenos empreendedores… Sim!
 

FOTO DE UM CAMELÔ

FOTO DE UM CAMELÔ

Vamos começar falando dos vendedores dos passatempos da nossa viagem. Sim, eles que podiam estar roubando e matando mas estão lá, nos dando bala grátis, e vendendo suas mercadorias que vão desde balas de goma sabor eucalípto a livro da Medicina Alternativa de A à Z (vocês lembram disso?). HAHAHA os vendedores são sempre engraçados com os seus bordões e trejeitos legais, e só eles vendem a bala do coração! No ônibus, as vezes, também nos deparamos com pessoas que nos dão bilhetinhos dizendo o que aconteceu com sua vida… Um perdeu a mãe e o pai, caiu da laje, quebrou a perna, teve sarampo, catapora, pegou rotavirus, não tem dinheiro pra comprar o leite das crianças e ainda precisa de uma muleta. Devo-lhes confessar, as vezes tenho pena e dou algum trocado… =/   WHATEVER  né?

FEIRANTE PARA COLORIR

FEIRANTE PARA COLORIR!!!

 Dependendo do ponto de vista também podemos classificar os vendedores de feira, mais conhecido como feirantes (Homo sazonalis), como Vendedores ambulantes… Sim… Só que estes precisam de toda uma autorização pra possuir o direito de ter aquele pedaço de rua sazonalmente, pedaço este que é aproveitado com o uso de barracas onde se pode vender, hortaliças, peixes ( tanto para serem comidos, quanto pra ornamentação de aquários), frutas e frutos, raizes e biscoitos… Entre os outros de sua espécie, os feirantes são os que mais chamam atenção no quesito de chamar atenção. Diferentemente dos ambulantes de ônibus, estes falam diretamente com o consumidor, e costumam a ter mais lábia e jogo de cintura na hora de atrair o cliente para a compra do produto…

Para terminar com chave de ouro, vou falar dos vendedores de doces, sim eles que estão lá marcando presença todos os dias na porta dos colégios e na porta dos shows, dando troco com bala – quando eu era uma pequena criança, trouxa, eu achava muiita vantagem receber o troco em balas… -, sempre tendo preços superfaturados, mas mesmo assim todos compram com sorriso na cara…

Essa foi a minha singela homenagem aos vendedores ambulantes…

bjo bjo bjo, queridos leitores…

 

5 comentários

  1. Primeiro: viagem, meu querido, viagem…
    Segundo: “quando eu era uma pequena criança, tocha” se você tentou escrever trouxa, FAIL.
    EU SOU O WALTER EU SOU UM VIADINHO QUE PRECISA CORRIGIR TODO MUNDO PORQUE EU SEI PORTUGUÊS E OS OUTRO NÃO
    continue fazendo as cartilhas de Português da 1ª série =]


  2. walter é muito chato cara uu’(te amo waltinho haha)
    eu compro invisible-bra no camelô o/ hahaha
    adorei o post. claro, eu que pedi =P


  3. em feira também vende roupa, acessórios, video-games! Foi-se o tempo que vendia só comida u_u


  4. nemli, malz


  5. Ahhhhhhh adorei!
    (mesmo não concordando com _A venda de produtos que não foram legalizados_ [eufemismo])
    HAHaha ri demais. Adoro seus textos.. eles são.. divertidos.. eles são o óleo pro seu pau ficar lustroso, digo, pra sua madeira.. HAHAHA como eu sou PODRE.
    =) adoro, madeira!
    beijooos



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: